A oferta de manuais escolares no próximo ano letivo vai ser feita através de um sistema de “vouchers” entregues aos pais, segundo promessa do Ministério da Educação a pequenos livreiros.

“Ficámos satisfeitos porque concordaram com a nossa proposta, de um sistema de ‘vouchers’ para os pais, que podem escolher a livraria que quiserem. Foram ao encontro das nossas aspirações”, disse à Lusa José Augusto Baia, da livraria/papelaria Saturno, de Oliveira do Bairro, após uma reunião no gabinete da secretária de Estado Adjunta e da Educação